Cuide do seu velho amigo

A amizade não muda com a idade, mas a necessidade de cuidados pode mudar. Os gatos idosos correm um maior risco de contrair doenças e problemas relacionados com a idade. Reunimos uma série de conhecimentos e conselhos sobre como criar um futuro saudável para o seu amigo sénior. Damos-lhe as boas-vindas!

90% dos gatos idosos sofrem de doenças dentárias.

Um gato mais velho precisa de cuidados e atenção extra. Certifique-se de que mantém o seu amigo tão feliz e saudável quanto possível.

Torne a sua casa adequada para o seu gato sénior!

Ajudar com as alturas

Muitos gatos idosos sentem dores nas articulações. Coloque uma rampa ou uma cadeira para os ajudar a chegar ao parapeito, à árvore de escalada ou a outros locais preferidos.

Acessórios adequados

Tigelas ergonómicas e uma caixa de areia com um lado baixo tornam mais confortável a satisfação das necessidades básicas.

Dar uma mãozinha

Os gatos querem manter-se frescos e bonitos, mas a idade pode dificultar-lhes a higiene. Ajude o seu velho amigo escovando o pelo regularmente.

Com a idade aparecem novas necessidades

É aconselhável manter-se informado sobre como cuidar do seu animal idoso da melhor forma. Reunimos uma série de artigos sobre como criar um futuro saudável para o seu gato sénior.
Encontrar mais artigos

Detecte sinais de envelhecimento no seu gato sénior. Clique no mapa corporal interativo abaixo para saber mais.

Recomendações

Rastreios frequentes e saúde dentária

Consulte o seu veterinário para check-ups, análises de sangue e urina, vacinas e doses de reforço. As avaliações e limpezas frequentes sob anestesia são cruciais para manter uma boa saúde oral.

Limpeza frequente e alimentação equilibrada

Escovar a pelagem para remover os pêlos soltos, promover a circulação sanguínea na pele e distribuir os óleos naturais. É importante assegurar uma dieta equilibrada, frequentemente rica em proteínas, bem como uma hidratação adequada.

Exercício regular adaptado e ambiente calmo

Devem fazer exercício adaptado às suas capacidades, com actividades de baixo impacto, jogos, exercícios de escalada. É importante monitorizar os seus padrões de sono e garantir que têm um espaço acolhedor e tranquilo para relaxar.

Sinais de alerta

Inspeção da boca

Gengivas inchadas e vermelhas, mau hálito, úlceras orais ou tumores devem ser examinados por um profissional.

Coxear

Observar se ele coxeia ou se prefere ou evita usar uma das patas: isto pode indicar osteoartrite.

Mudança de hábitos alimentares

Diminuição do apetite, preferência por determinados alimentos, deixar de comer ou beber mais água.

Gato

Conhece o seu gato sénior?

  1. Responda ao nosso questionário e descubra se está bem preparado para cuidar do seu amigo idoso. Talvez aprenda algumas coisas pelo caminho!

  2. Com que idade o seu gato é considerado idoso?

  3. Quão comum é a doença dentária nos gatos idosos?

  4. Como detetar que o seu gato pode sofrer de uma tiroide hiperativa?

  5. Porque é uma boa ideia fornecer ao seu velho amigo uma rampa ou uma cadeira para chegar a sítios altos?

  6. Que percentagem de gatos de todas as idades sofre de rigidez e dores nas articulações?

  7. O seu gato idoso parece rabugento e mais retraído do que o habitual, o que se passa?

Descarregue o nosso guia sobre gatos seniores!

No nosso guia digital reunimos factos e conselhos sobre como criar uma vida quotidiana saudável para o seu gato idoso. Registe-se e descarregue!

Pode retirar o seu consentimento em qualquer altura através do link específico em cada comunicação ou contactando a AniCura em optout@anicura.pt.
Saiba mais sobre como a Mars Petcare e as suas subsidiárias recolhem e processam os seus dados pessoais, como nos contactar se tiver dúvidas ou como exercer os seus direitos na política de privacidade da Mars.

Teremos todo o gosto em ajudá-lo a cuidar do seu amigo sénior da melhor forma.

Erro

Ocorreu um erro. Este pedido já não pode responder até ser recarregado.